top of page
  • Jonas Barreto

Cannabis legalisiert, e agora?



A Alemanha está à beira de uma mudança histórica com a legalização do uso recreativo de cannabis, potencialmente acendendo um farol para a Europa e o resto do mundo em termos de política de drogas e mercado de cannabis. Esta decisão não apenas altera a paisagem social e legal dentro do país, mas também tem implicações significativas para o mercado global de cannabis.


O momento atual:

O momento atual é particularmente propício para a legalização da cannabis na Europa, um movimento que pode ser visto não apenas como uma questão de política de saúde pública, mas também como um mecanismo de apoio psicológico e social em tempos de crise. A guerra entre a Ucrânia e a Rússia, por exemplo, destacou a urgência de abordagens alternativas para o tratamento de condições como o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), que afeta tanto civis quanto militares. Recentemente, a Ucrânia deu um passo significativo ao legalizar a maconha, potencialmente abrindo caminho para que outros países europeus sigam o exemplo, especialmente considerando as circunstâncias atuais.


A relação da cannabis com o alívio de sintomas de TEPT não é um fenômeno novo. Durante o longo e doloroso período da escravidão no Brasil, os escravos utilizavam a cannabis como uma forma de medicamento para lidar com as severas condições físicas e psicológicas a que eram submetidos.


Além disso, o uso da cannabis nas forças armadas, especialmente em contextos de guerra, não é uma novidade. Durante a Guerra do Vietnã, a cannabis foi amplamente utilizada por soldados americanos como uma maneira de lidar com o stress do combate e a brutalidade do conflito. Uma das representações mais icônicas desse uso pode ser encontrada no filme "Platoon", onde uma cena memorável mostra os personagens interpretados por Willem Dafoe, Johnny Depp, entre outros, buscam alívio para o caos da guerra através do uso de cannabis.


Recentemente, Portugal demonstrou um avanço significativo no que diz respeito à cannabis, com o Laboratório Militar do Exército pronto para iniciar a produção de maconha. Esta iniciativa segue a promulgação da lei que autoriza o uso de cannabis para fins medicinais.

Mercado Global

Sendo um dos países mais importantes da União Européia, a legalização na Alemanha é vista como um possível catalisador para a mudança em toda a Europa. Com a Alemanha estabelecendo um precedente, outros países europeus podem seguir o exemplo, potencialmente levando a uma legalização completa em todo o continente nos próximos anos. Este "efeito dominó" poderia transformar a indústria europeia de cannabis, criando novas oportunidades de mercado para empresas e investidores.


Saúde e Pesquisa

A legalização em países como a Alemanha também pode facilitar a pesquisa sobre os benefícios médicos e terapêuticos da cannabis, potencialmente levando a avanços significativos no tratamento de condições crônicas. O que por sua vez, pode influenciar ainda mais a percepção pública e as políticas em torno do uso de cannabis, tanto para fins médicos quanto recreativos.


A legalização da cannabis na Alemanha representa um ponto de inflexão significativo, não apenas para o país, mas para o mercado global de cannabis. Abre novos horizontes para a comunicação dentro da indústria da cannabis, desafia o status quo do mercado ilegal e coloca a Alemanha - e potencialmente toda a Europa - na vanguarda da pesquisa de cannabis e inovação de produtos. À medida que o mundo observa, as implicações dessa mudança reverberarão globalmente, apresentando tanto desafios quanto oportunidades inéditas para o mercado.


---- Esse artigo foi escrito por Jonas Eduardo Barreto, comunicólogo e mestre em Ciências das Emoções. Dedicado ao estudo da cannabis por mais de 10 anos, Jonas combina sua paixão pela comunicação com um profundo conhecimento sobre os impactos sociais e emocionais da planta, visando desmistificar seu uso e promover uma compreensão mais ampla e responsável.

20 visualizações1 comentário

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Mar 05
Rated 5 out of 5 stars.

🔥

Like
bottom of page